Saúde: Campanha de vacinação contra a gripe é aberta a toda população

    0

    Desde essa segunda-feira (03), todas as unidades de saúde estão de portas abertas para atender toda a população para vacinação contra o vírus influenza H1N1. A vacinação prevista para encerrar no final do mês de maio, foi prorrogada até o próximo dia 14 de junho.

    Bastou descobrir a liberação da vacina para que Dorieth Paes Alves procurasse a unidade de saúde acompanhada do esposo e da filha em busca da imunização. “É muito importante porque está tendo muita epidemia de gripe. Já vacinei outras duas vezes, não senti nada e é de graça”, ressaltou a mulher

    Daniel Souza também levou a família para vacinar. Ele, a esposa e a filha já estão imunizados contra gripe. “Viemos buscar melhorias para nossa saúde. Como está tendo surto de gripe, eu acho importante a vacina, a minha filha sempre toma nas e a gente percebeu que ela quase não tem gripe”, afirmou.

    Silvânia Alves não perdeu tempo, logo que descobriu a gravidez buscou a vacina antes mesmo do iniciar o pré-natal. Ela faz parte do grupo prioritário e não quer descuidar da saúde. “A vacina é prevenção. Ela é disponibilizada no Sistema Único de Saúde não tem porque não tomar”, enfatiza a dona de casa.

    De acordo com Sabrina Acioly, diretora da Vigilância em Saúde, o município atingiu 71% de cobertura, que representa 46.582 pessoas dos grupos prioritários. “A nossa meta é vacinar 90% da população. A campanha prorrogada abrange toda a população. Qualquer pessoa que desejar, sinta-se a vontade de procurar uma unidade de saúde a campanha prorroga-se e abrange toda a população qualquer pessoa que achar necessário, que sinta vontade, pode procurar a unidade de saúde”, declarou.

    Outro fator importante é que os grupos prioritários ainda precisam buscar a imunização, principalmente crianças, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). “Nós precisamos ter uma cobertura melhor de imunização na nossa cidade, então militares, profissionais de saúde e professores também precisam buscar a vacina”, finaliza Sabrina.

    Texto: Leydiane Silva

    Fotos: Paulo Sérgio dos Santos

    No comments

    Acessibilidade